sexta-feira, junho 26, 2020

FOFOCAS DE CELEBRIDADES - GOSSIP

Filha de Michael Jackson, Paris lança carreira musical. Conheça o duo The Soundflowers!



Paris Jackson, filha do Rei do Pop Michael Jackson, lançou oficialmente a sua carreira musical ao formar a duo The Soundflowers. Ao lado do músico Gabriel Glenn, ela lançou, nesta quarta-feira (24), o primeiro EP do seu projeto musical de estreia.




Pabllo Vittar lança clipe para nova versão de “Trago Seu Amor de Volta”, em parceria com ANALAGA.



Foi ao ar na tarde deste domingo, dia 21/06, o clipe oficial da nova versão de “Trago Seu Amor de Volta”, colaboração de Pabllo Vittar com o projeto ANALAGA do produtor musical Dudu Borges. O vídeo mostra cenas de Dudu tocando piano e da queen em um estúdio de gravação enquanto regravava os vocais da canção.

A faixa faz parte do EP “Love Day 2”, lançado pelo Analaga na última sexta-feira (19) em todas as plataformas digitais, que também traz uma regravação da música “12 Horas” de Dilsinho. O cantor fez colaboração na versão original de “Trago Seu Amor de Volta”, do segundo álbum de Pabllo Vittar, “Não Para Não”, de 2018.



Em isolamento social, Mia Badgyal lança clipe de “Bye Bye”.



Cumprindo as recomendações de isolamento social, Mia Badgyal gravou o novo clipe dentro de sua casa. O vídeo foi lançado no YouTube na tarde deste último domingo, dia 21/09, e tem conceito e filmagens da própria artista . “Tô tão orgulhosa de como ficou”, comemora Mia. A música, lançada em outubro de 2019, é parceria da cantora com o DJ e produtor musical JLZ.



Billboard destaca Anitta em texto sobre artistas que têm clipes celebrando casais do mesmo sexo.



O site da Billboard há algum tempo cobre com atenção o mercado de música latina, até porque ele é responsável por movimentar cada vez mais dinheiro na indústria da música dos EUA. Ontem (22) o site da centenária publicação (ela existe desde 1894) fez um texto especial com nomes da região que celebraram o amor entre pessoas do mesmo sexo em seus clipes. Anitta foi escolhida para ser o maior destaque da matéria, feita para honrar o mês do orgulho gay. Uma foto da artista, feita em Los Angeles há dois anos, foi usada como chamariz. Ela é a única brasileira lista.



Brendon Urie, do Panic! At The Disco, dispara contra Trump: "Pare de tocar a minha música".



Brendon Urie, líder do Panic! At The Disco, usou suas redes sociais para criticar o presidente dos EUA, Donald Trump, depois de receber uma informação de que o mesmo estava usando a música "High Hopes", de sua banda, durante um de seus comícios.

O vocalista publicou duas mensagens no Twitter, nesta quarta-feira (24), se dirigindo à equipe de campanha do chefe de estado norte-americano e exigindo que a faixa não fosse mais utilizada por eles. "Cara campanha de Trump, vai se f*der. Vocês não foram convidados. Parem de tocar a minha música", escreveu Urie, assinando pela banda.

"Donald Trump não representa nada que defendemos. A maior esperança que temos é votar para que este monstro saia em novembro. Por favor, faça sua parte", acrescentou ele aos seus seguidores, incluindo um link de registro para a votação.

Recentemente, a família de Tom Petty, que morreu em 2017 e foi fundador da banda Tom Petty and the Heartbreaker, também enviou uma carta à campanha de Trump, pedindo que as canções do músico não fossem utilizadas, depois que a faixa "I Won't Back Down" foi tocada em um comício em Oklahoma. "Tom Petty nunca iria querer que uma música dele fosse usada em uma campanha de ódio. Ele gostava de unir as pessoas", diz parte do texto.

Pastor diz que bissexuais são covardes e compara com pessoas brancas que querem ser negras.



Um pastor milionário da Nova Zelândia, Murray Watkinson, fez um discurso profundamente bifóbico em um sermão na “Celebration Church”, em Christchurch, no início deste mês. Durante a pregação, Watkinson comparou a bissexualidade a pessoas brancas que querem ser negras.

Durante um sermão de aproximadamente 50 minutos, Watkinson comentou o episódio do assassinato de George Floyd nos Estados Unidos e, ao invés de repudiar o crime racista cometido por um policial branco, chamou atenção para o passado da vítima, que já tinha cumprido pena na cadeia, referiu-se a Floyd como um “vilão”. Logo em seguida, o pastor soltou seu discurso bifóbico: “E se você é marrom e está dividido internamente? O que você fará é escolher um lado e depois há aqueles que querem bissexuais, é como se os brancos fingem ser pretos ou pardos”.

Ainda de acordo com Watkinson, bissexuais não escolhem um lado porque são covardes. “Bissexuais não sabem quem eles são. Eu acho que eles não têm coragem. Eles não querem ofender ninguém, então eles vão cortar pra todo lado”, conta. A repercussão das declarações do pastor Murray Watkinson causou críticas a ele, inclusive por pessoas ligadas à igreja. Trina Watkin, uma ex-líder da congregação, afirmou que o sermão era uma “completa deturpação” da mensagem do Evangelho.

Um membro da plateia, que não queria ser identificado, disse que estava deixando a igreja por causa do discurso de Watkinson, dizendo: “Ele era racialmente inapropriado e retratava não-brancos como seres humanos inferiores e brincava e ridicularizava pessoas de cor… seu discurso intolerante ainda incluiu gays e bissexuais, bem como transexuais”.

Saradões! Palhaços mexicanos sensualizam ao som de Ilariê.



Um grupo de palhaços mexicanos tem bombados nas redes sociais nos últimos dias, após compartilhar um vídeo para lá de sensual dançando o famoso hit infantil “Ilariê”, de Xuxa Meneghel.

Chamados de Wapayasos y Horripicosos, o grupo de palhaços aparece no clipe molhados de suor e sem camisa, ostentando os corpos cheios de músculos. Provocantes, os rapazes ainda rebolam e mostram a cueca, em meio a closes de câmera.

Apesar do clipe esbanjando sensualidade, até outro dia os rapazes do Wapayasos não tinha como alvo o público +18, mas sim crianças do México. Em uma rápida busca na internet, é fácil encontrar os bonitões vestidos de forma lúdica e em ambientes infantis.

A carreira do Wapayasos teve uma virada após eles perceberem que chamavam mais atenção das mães, do que dos pequeninos. Por conta disso, agora o foco dos saradões está entre mulheres e o público LGBTQ+.

Através dos perfis @wapayasosyhorripicosos e @wapayasosalextremo, os mexicanos reúnem mais de 300 mil seguidores. Nas páginas, eles postam fotos sensuais com jockstraps, cuecas sensuais e até mesmo sem, tudo isso regrado a muita pele à mostra.



Faiz isso nããããão...




NA PANDEMIA, O JEITO É JOGAR VIDEO GAME!



EM MEIOS DOS PROTESTOS DE MINNEAPOLIS...



QUER TOMAR BANHO COMIGO?



AQUI SÓ TÊM PAU? NÃO TÊM BUNDA NESSA PORRA?



QUE QUÉ ISSO MULEKE!!




I WANNA DO BAD THINGS



DANIEL SISNIEGA



ANÔNIMOS TAMBÉM TÊM VEZ...



TENHA UM BOM DIA!



ATÉ MAIS!



Nenhum comentário:

Postar um comentário