terça-feira, junho 09, 2020

SEXO

"HOJE VOU PROCURAR UM SAFADINHO LÁ NO PARQUE". - PEGAÇÃO NO MATO - CRUISING


O nome bonitinho, politicamente correto, é dogging, que significa a prática de sexo em locais públicos, geralmente, com desconhecidos. 



Encontros de pessoas em busca de prazer, aventurando-se dentro de veículos ou entre as árvores da região. O público se mostra diversificado, mas a maioria é homem. Engravatados, com roupas de malhar, brancos, negros, casados, solteiros, jovens e idosos. 



Todos estão lá por um motivo em comum: sexo rápido e sem compromisso.



A liberdade e a adrenalina de viver momentos como esses valem mais que pagar um local ou compartilhar a intimidade dentro de casa. A maioria, geralmente os gays, se arrisca primeiro pela aventura e, depois, pelo sexo fácil. 



Muitos têm a fantasia de serem pegos por policias e fazer sexo com eles. 



Pegação no mato.  O lugar ficou ideal para fazer uma pegação. Perto de um banheiro masculino em local  afastado  tem uma matinha que se tornou ponto de encontro, então quando alguns caras vem mijar ou outras necessidades, avistam que acontece uma  sacanagem do lado de fora. Alguns se chupam mas pelo jeito a maioria ali só quer mesmo se masturbar, gozar para os outros  e fazer mão amiga neles também, observando a ejaculação alheia. 



A prática não se trata de prostituição, e ninguém é obrigado a fazer nada que não deseje, apesar da exposição à insegurança e a doenças. 



As abordagens são rápidas. Alguém se aproxima, cumprimenta e solta um rápido: “Curte o quê?”. A pergunta tem como objetivo descobrir se os homens são compatíveis sexualmente, mais especificamente, se são ativos ou passivos.




Caso tenha uma combinação, a relação se inicia. Poucas vezes trocam beijos, vão direto ao sexo. 



Quem passa por ali pode chegar perto, mostrar o corpo e, se aceito, participar do ato. Rapidamente, formam-se grupos de cinco ou mais. Ao redor, outros se masturbam enquanto assistem às cenas. Aqueles em busca de privacidade acabam se aprofundando na Floresta ou seguem para um carro no estacionamento. 


A pegação tiveram início quando os atos sexuais entre homens começaram a ser recriminados, fazendo com que ficassem marginalizados. No início, esse tipo de relação era mais comum com homens que, apesar de homossexuais, se casavam com mulheres. Com o passar das décadas, esses espaços públicos viraram pontos de paquera onde gays poderiam se encontrar longe da violência e da homofobia.



A região é mais conhecida pelos frequentadores como Pegação. O termo é uma gíria usada para identificar qualquer local onde ocorra sexo casual e fácil.




Dicas para fazer pegação:

*Use camisinha
*Deixe seus objetos de valor em casa.
*Educação e respeito acima de tudo
*Não flerte com menores
*Denuncie os ataques

No início, esse tipo de relação era mais comum com homens que, apesar de homossexuais, se casavam com mulheres.



Com o passar das décadas, esses espaços públicos viraram pontos de paquera onde gays poderiam se encontrar longe da violência e da homofobia. 



Em 2013, a prática inspirou o filme francês Um estranho no lago, que narra a história de um local na Europa onde gays se encontravam para manter relações sexuais próximo a um lago. 



No Brasil, além de Brasília, alguns pontos conhecidos de pegação são o Parque Trianon, em São Paulo; a Praia do Phil, em Vitória (ES); e a Floresta dos Gatos, no Arpoador (RJ). Fora do país, ocorre no Central Park, em Nova York, e nos banheiros públicos de Bethnal Green, Hyde Park e Carnaby Street, em Londres. 




VAMOS MARCAR UMA PEGAÇÃO?


Nenhum comentário:

Postar um comentário