terça-feira, agosto 18, 2020

MINHA VIDA GAY

Fã de Mariah Carey do MS que conheceu namorado pelo Twitter é pedido em casamento: “Dia mais feliz da vida”.



Que fofos! Um casal gay de Mato Grosso do Sul viveu momentos inesquecível neste sábado (15/08)! Isso porque Geovane Vasques, de 26 anos, foi pedido em casamento pelo namorado em uma linda cachoeira no Mato Grosso do Sul.

“Fui pedido em casamento no lugar mais perfeito que eu já vi na vida. Eu não sabia se ria, se chorava ou se tremia. Esse é o dia mais feliz da minha vida. Compartilhando aqui nessa rede social onde tudo começou”, escreveu Geovane na legenda do vídeo que compartilhou no Twitter, lugar onde se conheceram.

O namorado, aliás, pensou em tudo! Sabendo que Geovane é fã de Mariah Carey, fez o pedido ao som de uma música da diva pop! Legal, né?! Felicidades ao casal!

Cris Rozeira, jogadora da Seleção Brasileira de Futebol, se casa com a advogada Ana Paula Garcia.



Que lindas! Cris Rozeira, jogadora da Seleção Brasileira de Futebol, revelou neste domingo (16/08) em suas redes sociais que se casou com a advogada Ana Paula Garcia.

“Familiares e amigos. E´ com muito amor que viemos contar a voce^s que nos casamos dia 15 de agosto de 2020. Na~o se assustem, realizamos uma cerimo^nia simbo´lica so´ entre no´s duas na praia da Armac¸a~o em Ilha Bela”, escreveu na legenda da postagem.

E continuou: “Parece loucura? Parece, mas foi a u´nica maneira que encontramos no momento de realizar esse sonho. Sabemos que por conta do cena´rio atual na~o poderiam se fazer presentes fisicamente para brindar esse momento conosco, mas fiquem tranquilos que sentimos a presenc¸a de cada um de voce^s em nossos corac¸o~es”, destacou.

“Ainda iremos celebrar essa unia~o juntos em uma data oportuna quando tudo isso tiver passado, pois dias melhores vira~o. Amamos voce^s Com carinho, Ana e Cris”, completou.

Que fofos! Pai topa desafio de fazer vídeo de maquiagem closeira com o filho gay: “Tudo para fazer ele feliz”.



Histórias de amor e apoio de pais com filhos LGBTQ+ são sempre incríveis de compartilhar. Ezir Peixoto, que utiliza o usuário do Twitter @Esp77968821, resolveu postar um vídeo onde ele e o filho gay Ryan Noronha, de 18 anos, dão o maior close com uma maquiagem bem babadeira. “Meu filho, meu amor, tudo pra fazer ele feliz, amo mais que tudo”, escreveu o pai na legenda da produção postada na sexta (14/08) e que já acumula mais de 200 mil visualizações.

Em outro tweet, ele fala sobre a importância de apoiar os filhos LGBTQ+. “Temos que amar nossos filhos independente da opção (no caso, orientação) sexual, ao menos penso assim, tomara que muitos outros pais comecem a pensar assim através desse vídeo”, ele avisa.

E ainda mandou recado para pessoas fazendo brincadeiras sobre sua própria orientação sexual. “Só porque gravei um vídeo em apoio a sexualidade do meu filho, não quer dizer que sou homossexual, quer dizer que amo ele do jeito que ele é”, disse. Arrasou e muito!

Homem de 57 anos é deserdado pelo pai de 90 anos após assumir homossexualidade.



Jake McPherson ainda lembra da hora e data em que seu pai de 90 anos o deserdou no início deste ano, após Jake assumir sua homossexualidade. Era 4 de janeiro, às 9h56, quando ele recebeu um telefonema do pai dizendo para nunca mais entrar em contato. A história foi contada na revista Out.

“É sobre essa homossexualidade. Eu e sua mãe não podemos perdoar isso”, disse o pai pelo telefone. “Você não deve entrar em contato conosco nunca mais”, continuou. Jake escreveu sobre sua experiência tumultuada em um artigo para o HuffPost. Segundo ele, desde sua infância, sempre soube que conviveria com uma família homofóbica. Jake relembrou de uma ocasião que a família assistia a uma entrevista com a cantora Anita Bryant, que afirmou, nos anos 70, que deserdaria um filho homossexual. Seu prontamente teria concordado com a afirmação de Bryant.

Por conta disso, Jake decidiu viver parte da sua vida dentro do armário. No processo de esconder até de si mesmo a sua sexualidade, ele se casou, teve filhos e acabou desenvolvendo problemas com bebidas alcoólicas. Foi então que, aos 35 anos, em 1998, Jake tomou coragem para ser sincero consigo mesmo e com sua família. Ele contou que era gay para a esposa, de quem recebeu total apoio. Eles continuaram a ter uma relação amigável. Em seguida, revelou a verdade para a mãe, que também foi bastante receptiva, assim como a maior parte dos amigos e da família. No entanto, sabendo o pai que tem, ele preferiu esconder do progenitor.

Infelizmente, ou felizmente, o pai de Jake acabou descobrindo sobre a sexualidade do filho através das redes sociais. Desde então, Jake não consegue nem mesmo conversar com a mãe, que está sofrendo de demência. O último contato foi um cartão enviado por ela no aniversário de do filho que dizia simplesmente: “Eu te amo”. Como o contato com a mãe é controlado pelo pai, Jake não tem como vê-la em seus dias finais. “Eu vou guardar esse lindo cartão como uma lembrança de que em algum lugar dentro dela, tem uma amor guardado por mim”, afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário