sexta-feira, outubro 23, 2020

HOMOSSEXUALIDADE

 Amo um cara, mas ele não me leva a sério.



As vezes você ama ou gosta de um cara e gostaria de ter algo mais sério com ele, mas ele não estar muito afim do tal compromisso. Outras vezes, você encontra um cara bacana. Se relaciona, ele te diz que quer algo sério, mas no fundo, você sabe que ele está em outra e dar aqueles pulinhos fora da relação.

Se você realmente quer uma relação fixa e séria. Meu conselho é chamar para conversar. Se vocês chegarem ao ponto de um dizer eu quero algo sério e o outro disse que não está na vibe, ou que ainda é bastante novo pra isso. Parte para uma outra, se não é isso que você estar afim. Afinal viver de ilusões traz dores de cabeça. Melhor buscar uma pessoa que queira uma coisa fixa com você.

Mas se vocês conversam e entram num denominador, que pode haver uma flexibilização. Há casais ou namorados que curtem o estar próximo, mas o ser livre. Uma relação aberta, você estar comigo, mas pode ter outros, desde que se cuide. Acho que não há problema se ambos concordam e se isso oxigena a relação.

Conheço rapazes que falam vamos nos casar, mas o outro quando sai, trai o parceiro, e fala ainda estou novo para me prender. Mais honesto é chegar e chamar o parceiro, pedir a relação aberta, romper ou pedir um tempo.

Se ambos não tem a maturidade, não falo idade, falo maturidade para entender o que querem, certamente a relação pode ser conturbada. Há também os que são felizes vivendo de ilusão, mas tudo tem um limite. Desde que não te machuque pode ser que a ilusão seja boa, para não cobrar tanto do outro.

O certo é que só você vai achar esse ponto, os dois sendo verdadeiros, honestos um com o outro e também a parte que quer tanto a relação amorosa fixa não sufocando o outro lado ou até mesmo exigindo algo que vai ser uma irrealidade. Agora se ele te engana e vive de promessas como político, acorda e pula fora.

Cada um tem o seu tempo para perceber o que quer de fato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário