sexta-feira, novembro 27, 2020

MINHA VIDA GAY

 Ator da Globo assume namoro com arquiteto nas redes sociais.



O ator Flávio Bauraqui, de 54 anos, utilizou o Instagram na noite desta terça-feira (24/11) para assumir seu relacionamento com o arquiteto Helder Mendes. “Bons encontros“, escreveu ele na legenda da foto em que aparece beijando a bochecha do amado.

Após a publicação, seguidores e famosos encheram o post de comenrtários pra lá de fofos. “Amados. Você merece todo o amor do mundo, Flavinho“, escreveu Lázaro Ramos. “Viva o amor e todo bem que ele nos faz viver e compartilhar!”, disse um seguidor. Essa é a primeira vez que o ator assume seu relacionamento publicamente.

Recentemente, Flávio brilhou no especial “Falas negras”, da Rede Globo, interpretando o abolicionista Luis Gama. Além de diversos outros trabalhos para TV, cinema e teatro, o ator fez sucesso ao lado de Lázaro Ramos com o travesti Tabu no filme “Madame Satã”, seu primeiro longa, em 2002.

Casal gay carioca celebra primeira árvore de natal na casa nova: “Vamos postar em todas as redes sim”.



Olha que lindo! O casal Hiwry Constantino e Hud Alexandre, de São Gonçalo, Rio de Janeiro, compartilharam na web uma imagem cheia de felicidade: os dois na frente da primeira árvore de natal da casa nova. Hud ainda escreveu na legenda que iria compartilhar a foto em todos os lugares possíveis. “Vou postar em todas as redes sim”, escreveu no Instagram. A gente ama fofuras como essa e vamos ajudar a espalhar ainda mais esse amor! Parabéns Hiwry e Hud!



Jovem conta detalhes chocantes de tentativa de assassinato após marcar encontro com assassino pelo Grindr.



Holden White, um jovem gay de Louisiana (EUA), compartilhou sua história de sobrevivência e como ele vem encontrando esperança após um ataque brutal que o deixou hospitalizado em junho deste ano.

Na ocasião, White conta conheceu Chance Seneca, o responsável pelo crime, através do Grindr. Após trocarem algumas mensagens, os dois decidiram marcar um encontro. Já no “date”, Sêneca teria começou a agredir White, aparentemente vivendo sua fantasia de matar gays. A polícia revelou que o agressor idolatra o assassino em série de gays Jeffrey Dahmer, que estuprou, assassinou e comeu parte do corpo de suas vítimas entre 1978 e 1991.

“Eu lembro que estendi a mão para pegar algo da minha bolsa”, disse White à KATC TV. “Foi quando eu senti um cordão se enrolar em minha garganta e ele começou a me puxar para trás. Ele me estrangulou por, não sei dizer por quanto tempo, mas pareceu muito tempo. E ele fez isso ao ponto de todos os vasos sanguíneos do meu rosto se romperam“, conta a vítima, que acordou em uma banheira algum tempo depois, com seu agressor de pé sobre ele. “Ele estava meio que sentado lá me olhando, e eu pensei, ‘Ok, é isso.’ Minhas palavras finais para mim mesmo foram, ‘apenas fique calmo.’ Em minha mente, ficava repetindo para mim mesmo: ‘apenas fique calmo. Lentamente, desmaiei“.

Aparentemente, Sêneca não conseguiu prosseguir com o assassinato e, em vez disso, ligou para a polícia. “Me falaram que Chance chamou a polícia e disse: ‘Ei, acabei de tentar matar alguém, mandem uma ambulância’, e quando me encontraram, ainda estava nu na banheira”, diz White. “Este é um crime de ódio devido ao fato de que ele fez questão de escolher um homem gay em um aplicativo gay”, explicou. “Ele garantiu que eu fosse um homem gay e, ao mesmo tempo, também idolatrava Jeffery Dahmer. O que Jeffery Dahmer fez foi escolher homens gays e atraí-los para sua casa, onde cometia os crimes“.

“Estou me mantendo forte”, acrescenta White. “Não vou deixar esse incidente me afetar“. Chance Seneca permanece detido no Lafayette Parish Correctional Center aguardando julgamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário