quinta-feira, novembro 19, 2020

NOTÍCIAS DO MUNDO GAY

 Nevada é o 1º estado dos EUA a reconhecer o casamento LGBT na Constituição.



Nevada marca um ineditismo ao tornar-se o primeiro estado americano a inserir em seu ordenamento na Constituição “Emenda para o Casamento Independente de Gênero” com 62% dos votos a favor e 38% contra.

A medida foi votada pelos próprios eleitores, que decidiram conjuntamente com a eleição presidencial, de 3 de novembro. “É bom que deixamos os eleitores decidirem“, disse o presidente da defesa Equality Nevada, Chris Davin, à NBC News. 

“As pessoas escolheram isso, não os juízes ou legisladores. Isso é democracia direta – é como tudo deveria ser”, completou.

Recentemente, um estudo revelou que os casamentos entre pessoas do mesmo sexo impeliram expressivamente as economias estaduais dos Estados Unidos nos últimos anos. As informações são da agência Reuters.

Segundo levantamento, crimes de ódio contra LGBTs aumentam na gestão Trump.



O Relatório Anual de Estatísticas de Crimes de Ódio do FBI (Federal Bureau of Investigation), computou um aumento considerável de crimes envolvendo LGBTs. Segundo o estudo, a maioria das vítimas eram mulheres trans, negras e latinas.

De acordo com a FBI, no ano de 2020, 34 pessoas foram vítimas de crimes de ódio, todos fatais e motivados pela orientação sexual das vítimas. Os dados foram divulgados no dia 16 deste mês.

Nos EUA, em apenas dois dias, duas mulheres trans afro-americanas foram assassinadas no início de julho, em meio à pandemia do novo coronavírus. Uma delas foi esfaqueada e não resistiu aos ferimentos.

A soma se assimila a mais de 20 mortes de transexuais negras mortas, só no primeiro semestre deste ano no país norte-americano.

Apoiado pela família Bolsonaro, Diego Hypolito não consegue votos e perde eleição para vereador de São Paulo.



Não foi desta vez que Diego Hypolito conseguiu ser eleito vereador de São Paulo. Apoiado pela família Bolsonaro, o ex-ginasta não obteve votos suficientes para se eleger ao cargo, conseguindo apenas 3.783 votos.

“Ser forte sempre foi a única opção. Triste, mas sempre com fé. Lutar pelo esporte sempre estará em minhas ações e atitudes”, lamentou Diego, que se candidatou pelo Partido Socialismo e Liberdade (PSB) e ficou como suplente. Sendo assim, o ex-ginasta poderá assumir como vereador por pequenos períodos, em virtude do titular encontrar-se afastado por licença médica, missão cultural ou necessidade particular, e também, definitivamente, no caso de falecimento do parlamentar em exercício, ou decorrente de processo de cassação ou renúncia.

Assumidamente gay, Diego Hypólito causou revolta na comunidade LGBTQ+ após surgir em fotos com Jair Bolsonaro (sem partido). “Não sou de esquerda nem de direita. Sou deu Deus. Sou cheio de erros e defeitos e estou muito preocupado com o esporte no Brasil. Em mina vida, serei muito julgado, eu sei, mas devemos viver e tentar ajudar mais pessoas”, disse.

Monica Benício, viúva de Marielle Franco, é eleita vereadora no Rio de Janeiro: “Vamos transformar essa cidade”.



Viúva de Marielle Franco, assassinada em 2018, Monica Benício (PSOL) foi eleita vereadora neste domingo (15/11) no Rio de Janeiro (RJ). Com 22.919 votos no total, Mônica foi a 11ª candidata mais votada nessas eleições na capital fluminense. 

“Agradeço imensamente as mais de 22 mil pessoas que votaram por um futuro mandato feminista e antifascista para a Câmara Municipal do Rio! Vamos transformar essa cidade juntas“, comemorou Mônica no Twitter. Nascida no Complexo da Maré, a vereadora eleita promete seguir os passos de Marielle e afirmou que lutará na Câmara contra o racismo, o discurso de ódio e o bolsonarismo.

Agora, no Rio de Janeiro, falta saber quem será o prefeito da capital. Disputam no segundo turno os candidatos Eduardo Paes (DEM) e Marcelo Crivella (Republicanos). Paes teve 37,02% da preferência do eleitorado, enquanto Crivella teve 21,90% dos votos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário