terça-feira, novembro 10, 2020

SEXO

 "NÃO GOZA, SEGURA E VAI DE NOVO!" - Um guia do edging – a arte de conseguir orgasmos extremamente intensos.


Quanto mais você se segurar, mais intenso o orgasmo pode ser. Já gastaram muita tinta tentando ajudar o pessoal a experimentar ORGASMOS MAIORES E MELHORES, mas uma coisa muitas vezes esquecida nesses guias de sexo é a técnica simples e muito eficiente conhecida como edging.


Edging é uma técnica para se levar (ou levar outra pessoa, ou os dois juntos!) até o limite antes do orgasmo, aí parar. Repetir isso algumas vezes faz o corpo a se transformar num nervo gigante e pulsante de sensações; e seu orgasmo, se e quando você se permitir, será muito mais intenso e poderoso. Edging também é conhecido como “peaking”, “surfing”, “treinamento de orgasmo”, “negação de orgasmo” e “paradinha”, e compartilha semelhanças com a “masturbação lenta”.



A técnica também pode e é usada para ajudar pessoas com pênis a controlar a ejaculação, no que às vezes é chamado de “método parar e começar”.



Fato! Para complicar um pouco as coisas, edge play, que não tem nada a ver com edging, é um termo do BDSM que envolve levar alguém ao limite psicológico. Edge play pode variar muito, mas geralmente é algo muito tabu, intenso, emocional, às vezes violento, mas altamente erótico.



Quais as vantagens do edging? Pra quem tem pinto, o apelo do edging muitas vezes é que encontros sexuais podem durar mais tempo. 



Como usar o edging no BDSM? - Dominantes que querem testar seu controle do corpo e desejo também pode praticar o edging. Para os submissos, o edging pode aumentar sentimentos de submissão, objetificação consensual e rendição.



Quanto tempo devo fazer edging antes do orgasmo? - Depende de você, bicho!



Se não tem um dom habilidoso à disposição, você pode praticar o edging sozinho/a através da masturbação. Conhecer seu corpo e como ele responde a sensações, pressões e ritmos é muito útil não só para edging, mas qualquer atividade sexual.



A abordagem básica para edging envolve se masturbar até sentir que pode gozar, parar por um tempinho, mas não tanto ao ponto de perder o interesse até, sei lá, entrar no Instagram, e começar de novo. Repita isso algumas vezes para ver como você se sente, não só os genitais, mas o corpo todo. Quanto mais você treinar, mais você descobre quanto tempo aguenta, e mais explosivo o orgasmo será.



Pra quem tem pau, outro método é o de “apertar”. Isso envolve chegar até o limite, e quanto estiver prestes a gozar, parar e apertar a ponta do pênis por uns 30 segundos, aí recomeçar.



O edging é uma boa pra você? - Ciência de verdade sugere que o edging tem benefícios de saúde. Tirar o orgasmo da mesa, mesmo por um curto período, pode libertar a pessoa do fardo e dever do sexo até o fim e permitir focar no prazer, diversão e em saborear as respostas eróticas do corpo do mesmo jeito que fazemos com uma refeição de vários pratos. Radical.



Um comentário:

  1. Eu demoro muito para gozar,
    Não tenho pressa para ser feliz.
    Gosto de fazer com amor com jeitinho, de levinho e com carinho.
    Meu gato sempre fala que eu o deixo com o rabo ardendo.
    K ele já gozou e eu ainda estou aceso.
    Rsrsrsrsrsrs.
    Mas, também quando chega a hora...
    Saí de baixo, é porra para todo lado.
    Rsrsrsrsrs.

    ResponderExcluir