sexta-feira, dezembro 25, 2020

SEXO

 "TESÃO DA  PORRA, TO COM VONTADE DE DAR O CU!" - HIGHSEXUAL


O Highsexual é um termo usado para designar a atração sentida pelo mesmo sexo depois de fumar maconha. 


O termo chegou a ser definido como “highsexual”, um neologismo que traz a junção da palavra “high”, usada para dizer que as pessoas estão drogadas, com “sexual”.



O verbete novo entrou para o dicionário urbano em 2009, de acordo com o Nelson Sheep, do Super Pride. 



Highsexual é, portanto, a “súbita reversão de sua orientação sexual depois de fumar maconha”. E aí, você já tinha ouvido falar disso antes?



Comumente vem sendo utilizado para definir o desejo de homem para homem, talvez por conta do seu início ter sido apresentado por um garoto que disse num site LGBT: “Maconha me faz temporariamente gay. Mais alguém?”, porém acredito que possa ser utilizado para todos aqueles que se sentirem atraídos pelo mesmo sexo, apenas quando fumam um. Foi o bastante para o termo causar um rebuliço na página. 



O termo está presente desde 2009 no Urban Dictionary (site que registra expressões em inglês) mas, de acordo com o Queerty, essa foi a primeira vez que ele foi realmente debatido. 



De todas as novidades dessa planta danadinha e surpreendente, essa é uma das que mais achei, digamos, interessante. 



Imagine só, a maconha além de todas as propriedades medicinais e terapêuticas reveladas durante todos esses anos ainda me revela mais uma: te deixa livre, de verdade. 



É claro que ainda não há um estudo que comprove essa teoria, apenas relatos, porém, vindo de quem vem, não duvido nada se essa planta tão democrática e simpatizante cure mais um mal: o pré – conceito interior.



Ainda que tenha até nome, o fato não é reconhecido cientificamente – talvez, em breve, a escala Kinsey traga mais alguns números, vai saber.



Há quem defenda, portanto, que a pessoa não tenha sua orientação sexual alterada ao experimentar a droga, mas que tenha coragem de assumir sua verdadeira orientação sexual, até então reprimida.




E aí, você já tinha ouvido falar desse novo conceito? O que pensa a respeito? 



Nenhum comentário:

Postar um comentário