sábado, janeiro 30, 2021

Deu praia


 

Com esse calor a melhor solução para se refrescar e curtir uma praia e admirar os gatos de sunguinha.kkkkk













A seleção de hoje esta bem pé no chão...

E sinceramente prefiro esse tipo de fotoscom anonimos.😃


Universo Boy love

 

Na Ásia, mais precisamente na Tailândia as series com histórias envolvendo relação entre dois homens viraram uma mania que está se expandindo para o mundo todo. 

Esse tipo de series são chamadas de serie Y ( YAOI) ou serie BL ( Boy love)



Entendendo o maravilhoso universo BL

YAOI é o acrônimo para a frase japonesa "sem resolução e sem sentido". 

São histórias de romance homossexual onde o sexo é a única razão de existência da história. E sim... O Yaoi é diferente de uma história homossexual que a gente vê em um vídeo pornô gay!



Existe o yaoi "pesado" (o 'lemon') onde o sexo está lá escancarado.

 Mas existe o Yaoi "leve" (o 'Boys Love' ou BL) onde a coisa é mais platônica (sem descambar para o sexo e - quando ocorre o sexo em si - é uma coisa mais romanceada. Beijinhos, abraços, timidez - rsrsrs).



atmosfera de romance e magia ?


As autoras de Yaoi criam uma atmosfera de romance e magia, onde duas pessoas do mesmo sexo compartilham dos seus dramas, alegrias e sentimentos... Como um casal hetero normal. 

E esse é o charme da coisa, pois os romances vão e voltam. Não é como um app de pegação no qual as pessoas transam e vão embora. A conquista tem o seu lado mais humano e "fofo". 


Por incrível que pareça essas series são direcionadas para o público feminino, mas nada impede que o público masculino possa curtir!!

Por CR


boys’ love no Brasil



O ano de 2021 promete ser o ano do boys’ love no Brasil! A NewPOP anunciou nesta segunda-feira (25) que irá publicar Osanajimi Joushi ni Fall in Love, de Tammy Hakoishi.

Publicado originalmente na revista Mimosa, da japonesa Leed, o mangá foi concluído no ano passado. A história completa rendeu apenas um volume, seguindo a tendência dos bl anunciados recentemente pela editora brasileira.

Mais detalhes da edição nacional serão divulgados em breve, assim que revelados. A obra foi anunciada dentro do selo Pride, voltado a obras com temática LGBTQIA+ e faz parte de um acordo da NewPOP com a editora japonesa Leed.

Fonte Jibox


Homens Mijando


Eu acho esse tipo de foto uma delícia. Especialmente quando são tiradas nos banheiros.



 








Jonny Castle

 

~



Gente esse Jonny e uma obra prima😍


garotudo

 

Alguém me explica como esse garoto consegue ser TAO gostoso😍











vizinho Ginasta





Como é o seu vizinho?


E do tipo que pode -se dizer: meu vizinho e um show?



O que anima meus sabado e domingos é ver meu vizinho gostoso fazendo musculação e ginastica no seu quintal.

Além de ser muito bonito é um cara bem bacana e alto astral.

Enviado por Bruno

















 

De bruço

 



Definitivamente essa e a melhor posição para transa! Alguém discorda?

FILMES TEMÁTICOS LGBT

 


FILMES DA SEMANA 

FILME(INÉDITO):  LES CREVETTES PAILLETÉES [THE SHINY SHRIMPS] (FRANCE-2019- LONGA RMVB- LEGENDADO EM PORTUGUÊS)


VEJAM O TRAILER NO FIM DO POST

SINOPSE: Depois de fazer comentários homofóbicos, Mathias Le Goff, vice-campeão mundial de natação, é condenado a treinar "crevette pailletées", uma equipe gay de pólo aquático, mais motivada pela festa do que pela competição. Essa equipe explosiva viajará para a Croácia para participar dos Gay Games, a maior competição esportiva homossexual do mundo. O caminho percorrido será uma oportunidade para Mathias descobrir um universo inusitado que sacudirá todos os seus rumos e permitirá que ele revise suas prioridades na vida.

RÉSUMÉ: Après avoir tenu des propos homophobes, Mathias Le Goff, vice-champion du monde de natation, est condamné à entraîner "Les Crevettes Pailletées", une équipe de water-polo gay, davantage motivée par la fête que par la compétition. Cet explosif attelage va alors se rendre en Croatie pour participer aux Gay Games, le plus grand rassemblement sportif homosexuel du monde. Le chemin parcouru sera l’occasion pour Mathias de découvrir un univers décalé qui va bousculer tous ses repères et lui permettre de revoir ses priorités dans la vie.

SYNOPSIS: Matthias Le Goff, an Olympic champion at the end of his career, makes a homophobic statement on TV. His punishment: coach the Shiny Shrimps, a flamboyant and amateur gay water-polo team. They have only one thing in mind: to qualify for the Gay Games in Croatia where the hottest international LGBT athletes compete. It's the start of a bumpy and joyful ride - Faster, Higher, Stronger.


OPÇÃO1: https://www.mediafire.com/file/gey86vsjod4k2du/The.Shiny.Shrimps.2019.mp4/file


OPÇÃO2: https://mega.nz/file/1u42EaqL#nKnIqasae5lXo_ktmICYm_P9is34zAcdNUY3ijv6UUE


OPÇÃO3: https://drive.google.com/file/d/1UeM6rXO73c1X__ZzDJtHe3a-p38GMdLq/view


FILME(INÉDITO): INNOCENT (CANADA/HONG KONG-2005- LONGA RMVB- LEGENDADO EM PORTUGUÊS)


VEJAM O TRAILER NO FIM DO POST

SINOPSE: Eric de 17 anos, segue com seus pais que imigram para o Canadá e é forçado a enfrentar diversos problemas emocionais e culturais. Ele deve não apenas se ajustar ao novo ambiente, mas também chegar a um acordo com sua homossexualidade. Estando à beira da idade adulta, ele encontra uma série de potenciais interesses românticos - seu primo bonito, um colega de escola, um advogado de meia-idade e por fim um ajudante de cozinha. Eles representam diferentes estágios no desenvolvimento de Eric, desde paixão, sexo, amor até o senso de responsabilidade.

SYNOPSIS: 17-year-old Eric follows his parents to immigrate to Canada and is thus forced to confront different emotional and cultural problems. He must not only adjust to the new environment, but also come to terms with his homosexuality. Standing at the brink of adulthood, he encounters a series of potential romantic interests - his handsome cousin, a schoolmate, a middle aged lawyer and finally a kitchen helper. They represent different stages in Eric's development, from infatuation, sex, love to a sense of responsibility.


OPÇÃO1: https://www.mediafire.com/file/fzg7mqby4kclst0/1nn0c3nt_%25282005%2529_BR.mp4/file


OPÇÃO2: https://drive.google.com/file/d/1SOmWbDstzRxkMVJDIUaHxmt8wXI1Dd45/view


FILME(INÉDITO): STRELLA (GREECE-2009- LONGA RMVB- LEGENDADO EM PORTUGUÊS)


VEJAM O TRAILER NO FIM DO POST

SINOPSE: George é solto da prisão depois de 14 anos, encarcerado pelo assassinato que ele cometeu em uma pequena vila grega. Ele passa sua primeira noite fora da prisão em um hotel barato, em Atenas. Lá ele conhece Strella, uma jovem prostituta transexual. Eles passam a noite juntos e logo se apaixonam, mas o passado ainda não libertou George. Com Strella ao seu lado ele vai tentar trilhar um novo caminho.

SYNOPSIS: George is released from prison after 14 years of incarceration for a murder he acommited in his small Greek village. He spends his first night out in a cheap downtown hotel in Athens. There he meets Strella, a young transsexual prostitute. They spend the night together and soon they fall in love. But the past is catching up with George. With Strella on his side he will have to find a new way out.


LINK ÚNICO: https://mega.nz/file/P4lk3brJ#Hb1urylwBplkmyB3Tl1DewtgOw83NB8H18Lf3oSPklc


FILME(INEDITO): ROLL IN THE HAY (USA-2010- LONGA MP4- SEM LEGENDA)


NO TRAILER

*CONTÉM CENAS DE SEXO EXPLICITO

SINOPSE: Esses cowboys estão dando um tempo no trabalho da fazenda e dando uma volta em um garanhão de rola grossa! Assista à ação masculina hardcore enquanto esses garanhões pendurados dão um Roll In The Hay! 

SYNOPSIS: These cowboys are taking a break from farm work and taking a ride on a thick cock stallion of a man! Watch the hardcore male action as these hung studs take a Roll In The Hay!


OPÇÃO1: http://www.mediafire.com/download/6erlitx7ledjvwu/roll_1n_The_H4y.zip


OPÇÃO2: https://mega.nz/#!el5nHLRI!XXX9yUCG8iATWbtizmoLI4zl3AG6-H12zmADbpbTv7A

sexta-feira, janeiro 29, 2021

MINHA VIDA GAY

 Casal de lésbicas decide ter mais um filho mas acaba dando à luz a gêmeas quíntuplas nos EUA.



Mamães orgulhosas, Heather Langley, de 39 anos, e sua parceira, Priscilla Rodriguez, de 35, ambas do Texas (EUA), deram as boas-vindas às cinco filhas em agosto do ano passado, após uma cesariana de emergência. O casal, que está junto há nove anos, já tinha uma filha, Sawyer, de três. Elas decidiram que queriam tentar mais um bebê, no entanto, acabaram com mais cinco.

Heather estava grávida de seis semanas quando descobriu que teria quíntuplos. “Inicialmente os médicos viram quatro bebês. Depois descobriram que tinha mais um. Eu fiquei assustada no início, com medo de ter complicações na gravidez“, disse Heather ao jornal britânico Daily Mail. “Também confesso que entrei em pânico ao pensar em como cuidaria de cinco bebês e como chegaríamos a um acordo sobre cinco nomes, se um já é difícil“, completou uma das mamães. As cinco meninas, batizadas de Hadley, Reagan, Zariah, Zylah e Jocelyn, acabaram nascendo prematuras, com apenas 28 semanas de gestação.



Heather revela que a esposa Priscilla não queria ter filhos, porém, depois do nascimento de Sawyer, ela ficou com vontade de ter outro bebê. “Não tínhamos certeza se ia dar certo. Mas essa foi nossa primeira tentativa e funcionou. Estávamos tão felizes que mal podíamos esperar para ser mamães de novo“, conta. Por conta do nascimento prematuro, elas passaram os primeiros três meses de suas vidas no hospital, mas agora estão em casa com suas mães.

“Tem sido louco, agitado e cansativo, mas eu não faria nada diferente. Nossa filha mais velha tem sido maravilhosa com as irmãzinhas“, diz Heather. Essa é a segunda vez registrada nos EUA em que ocorre uma gestação de quíntuplos com todas as bebês sendo meninas.

Black Boy Free: Minha história da "saída do armário".


Pierrot Obi - Italy + UK

Pierrot Obi, 25, cantor e compositor, Londres.

Nasci no norte da Itália, no centro de Reggio Emilia; mudamo-nos para os arredores de Reggio quando eu tinha 8 anos, para uma cidadezinha no meio do nada chamada Campagnola Emilia; até hoje, Campagnola é o lugar que chamo de “cidade natal”.

Eu sou o primeiro de três, nascido em uma família nigeriana muito rígida e pobre. Sempre soube que era diferente; Para ser franco, eu achava que era bastante normal, até que me disseram que, na verdade, eu era diferente. Para mim, era normal preferir ter namoradas, brincar de se fantasiar. Meus únicos amigos homens, onde aqueles que eu beijaria sob o escorregador. Pelo que me lembro, sempre fui fisicamente atraído por meninos. Minha primeira paixão foi por um personagem de desenho animado de um antigo anime japonês.

Eu não tinha um nome para o que sentia por dentro, até que, um dia, um colega meu veio até mim e me perguntou “é verdade que você é bicha?”; Eu devia ter 9 anos. Se bem me lembro, fui direto para a professora e perguntei a ela "Senhorita, o que significa" viado "?" Não me lembro qual foi a resposta dela.

Fui implacável e impiedosamente intimidado durante a maior parte da minha vida escolar; Eu era um alvo fácil, o único garoto negro e extravagante. Desde o minuto em que entrei no ônibus matinal para a escola até chegar em casa à tarde, foi um Calvário diário. Eu costumava ser empurrado, jogado coisas, cantado; qualquer ação que você associa com bullying, provavelmente já passei por ela. Uma vez, nunca esquecerei, eu fazia parte do musical da escola e no final do show eu saí para fazer minhas reverências; esse cara, um dos meus mais ávidos valentões, veio ao meu ouvido, enquanto eu pegava meu arco, e sussurrou “você morre, sua bicha”. Eu não reagi, nunca disse nada, nunca me defendi. Meu único mecanismo de defesa era fingir que não estava lá, meu cérebro desligaria e eu me convenceria de que isso não estava acontecendo comigo.

Quando cheguei ao colégio, eu era basicamente um recluso. Eu não saía, não socializava muito. Eu estava principalmente na sala de aula, na igreja e em casa. A vida doméstica era igualmente problemática. Eu estava sofrendo uma infância cheia de abusos físicos, verbais e psicológicos de meus pais. Meus pais eram muito jovens e inexperientes quando me tiveram. No que me diz respeito, minha infância foi sem amor; o que mais me lembro eram as surras diárias, os gritos, as agressões verbais, a violência. Eu fugi de casa 3 vezes; na terceira vez, a polícia se envolveu, me levou de volta para casa e me convenceu que, se eu realmente quisesse ir embora, teria que esperar até os 18 anos.

Acredito que meus pais sempre souberam que eu era gay, mas em uma família nigeriana a homossexualidade é um grande Não-Não; então, o fato de seu primeiro filho homem ser gay, nem é preciso dizer que eles não aceitaram bem. Eu não disse a eles, eles simplesmente encontraram minha coleção de pornografia gay no computador. “Você não pode ser gay, porque gays vão para o inferno”, era a opinião de minha mãe sobre o assunto; “Não vou permitir que você seja bicha na minha casa”, dizia meu pai. Eu tinha 14 anos, mas eles não sabiam que eu era sexualmente ativo desde os 12.

Eu tinha 12 anos, ele 28, mas disse a ele que tinha 17. Olhando para trás, eu procurava preencher o vazio que toda a minha vida criou em mim. Não me importava se vinha de um completo estranho que conheci na piscina, tudo que eu queria era ser amado, ser abraçado.

Assim que terminei o ensino médio, mudei-me o mais longe e rápido que pude para Londres. Eu queria meu próprio espaço, queria estar sozinho. Queria ser cantora profissional, queria ser feliz. Eu sabia que a única maneira de ser feliz seria deixando minha cidade natal, e foi o que fiz. Mas foi aí que as coisas caíram em uma espiral quase fora de controle. Todas as questões com as quais não consegui lidar na minha infância, todas saltaram sobre mim ao mesmo tempo e eu não estava pronto para isso. Depressão e ansiedade tornaram-se minhas companheiras diárias; Tentei suicídio 3 vezes desde que me mudei para Londres; por causa de minha necessidade vitalícia de ser amado, entrei em relacionamentos tóxicos que, quando terminaram, me deixaram mais solitário, mais triste, mais quebrado.

Felizmente, encontrei amigos ao longo do caminho que me amavam muito. Eu encontrei a força para falar com eles e eles me aceitaram com amor, e eu sou muito grato por isso. Eles me pressionaram a procurar ajuda, e foi o que fiz. Avançando para o tempo presente, fui diagnosticado com Transtorno de Personalidade Borderline, o que me permitiu começar a terapia, tomar medicamentos e começar minha recuperação.

Estou apenas no início da minha recuperação. Eu aceitei o fato de que a vida é difícil. A vida é como um vento: às vezes ele sopra contra você, outras vezes ele sopra na sua direção. É tudo sobre o que você faz com esses momentos, é tudo sobre nunca desistir de si mesmo. Estamos vivos; temos o maior privilégio de estar aqui agora, de estar vivos. É nosso presente de volta ao Criador tirar o máximo proveito disso.

Estou aprendendo a me colocar em primeiro lugar, estou aprendendo a me amar. Não estou nem perto de consertar, ainda estou trabalhando para melhorar meu relacionamento com meu pai 

SEXO

 "VAI, FICA DE QUATRO" - A posição de quatro ou "DoggyStyle"

Inovar no sexo é fundamental para os gays, que fazem de tudo para dar aquela incrementada no sexo, pois detestam a rotina. Mas, existem as queridinhas, posições que nunca saem de moda e permitem usar a criatividade, com diversas variações. Na preferência, elas comandam e são as que deixam  no maior tesão, esperando ansiosamente pela próxima vez!