sexta-feira, fevereiro 05, 2021

MINHA VIDA GAY

 Cantor country fala sobre ser o 1º artista em seu ramo assumido gay: “Sinto-me confortável”.



O cantor de música country TJ Osborne, mais conhecido como a metade da dupla The Brothers Osborne, tornou-se oficialmente gay. Osborne se junta a outros artistas country como Orville Peck e Brandi Carlile como um dos poucos artistas abertamente LGBTQ trabalhando no gênero.

Falando à Time, Osborne, 36, revelou que há muito tempo está fora para amigos íntimos e familiares. Ele evitou, no entanto, falar sobre o assunto em público, pois prefere manter sua vida pessoal privada. Até agora.

“Sinto-me muito confortável em ser gay”, disse ele à revista. “Estou sendo protegida por não querer falar sobre algo com o qual pessoalmente não tenho problemas. Isso é tão estranho. ”


TJ (esquerda) & John Osborne. 

Osborne continua revelando que a atmosfera conservadora e homofóbica dentro da música country e seus fãs também o levou a permanecer fechado. “Não acho que vou ser expulso do palco em Chicago”, acrescenta. “Mas em uma cidade rural jogando uma feira de condado? Estou curioso para saber como vai ser. ”

Ainda assim, para Osborne, o vocalista principal dos Irmãos Osborne, sair do armário vale o risco. Seu irmão e parceiro musical, John Osborne, também apóia a decisão de TJ.

“Ele foi muito aberto e sincero sobre isso, e eu fiquei emocionado, porque meu irmão finalmente foi capaz de ser completamente honesto comigo sobre quem ele era”, disse John sobre a saída de TJ. “Se eu tivesse que ter todo o meu dinheiro e sucesso apagados para que meu irmão fosse verdadeiramente realizado na vida, eu nem pensaria nisso. Nem por um segundo. ”

John e TJ planejam continuar escrevendo e gravando música juntos, e esperam que o lançamento de TJ realmente melhore suas composições. Mas e se os fãs de country os rejeitarem?

“Fiz mais do que jamais pensei que faria”, diz TJ sobre sua carreira. “Neste ponto, minha felicidade é mais valiosa do que qualquer outra coisa que eu seria capaz de alcançar.”

Ator e ex-Rebelde se casa com produtor, adota filha e vira ativista LGBT.


Felipe Nájera na novela mexicana Rebelde 

O ator e ex-Rebelde Felipe Nájera, que ganhou fama e reconhecimento mundial após interpretar o atrapalhado diretor Pascual Gandía da Elite Way School, o colégio da novela Rebelde, casou-se com o produtor de teatro Jaime Morales. Juntos os dois adotaram a primeira filha, Alejandra.

O casal homossexual foram os primeiros a exercer o direito de adoção no país, ocorrido há oito anos. Mas, até que Alejandra chegasse, eles tiveram que enfrentar um processo longo e desgastante para que, de fato, ela fosse integrada como membro da família.



Além de assumir a homossexualidade em 2010, o ex-ator mexicano da novela de grande sucesso no Brasil, se tornou um dos mais influentes ativistas LGBT do México. Na época, em uma entrevista à jornalista mexicana Shanik Berman, ele disse que mantém um relacionamento com Jaime Morales, por quem se apaixonou logo que conheceu. Ele ainda revelou que as canções do cantor Juan Gabriel o ajudaram a sair do armário.

“Quando vimos todo o esforço para reformar a lei, decidimos nos casar (em 2010). Era algo que não precisávamos, éramos um casal consolidado, mas acreditamos que essa luta tinha que se materializar com um evento”, lembrou Morales, em uma entrevista à agência AFP. Nas redes sociais, o ator Felipe Nájera compartilha momentos felizes ao lado da família, que agora está completa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário