sexta-feira, fevereiro 05, 2021

POLÍTICA

 Pacheco e Lira falam em aprovar reforma tributária em até 8 meses.



Os recém-eleitos presidentes do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG) e da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL) afirmaram na manhã desta 5ª feira (4.fev.2021) que pretendem ter a proposta de reforma tributária aprovada nas duas casas do Congresso em até 8 meses.
Lira e Pacheco tiveram café da manhã com o presidente da comissão mista que analisa o pacote de mudanças no sistema tributário, senador Roberto Rocha (PSDB-MA), e com o relator da proposta, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB).

“A comissão mista concluirá seu trabalho até o final de fevereiro, com a apresentação do parecer por parte do deputado Aguinaldo, ouvindo os demais membros, que poderão sugerir acréscimos, supressões, críticas ao parecer”, disse Pacheco.

“Na sequência, se iniciará [a tramitação] por uma das Casas legislativas, e temos uma previsão de que de 6 a 8 meses possamos ter concluídas as reformas no Congresso Nacional”, completou o senador.

Pacheco também afirmou que o objetivo dos congressistas com a proposta, tida como uma das prioridades pela equipe econômica do governo Bolsonaro, é ser o mais justo possível e entregar ao país um “sistema de arrecadação mais simplificado, menos burocratizado, com mais justiça social, não inibindo o setor produtivo do Brasil“.

Desde que Pacheco e Lira assumiram os cargos após a eleição de 1º de fevereiro, os 2 têm dialogo com o Planalto para avançar com os temas considerados prioritários. Além da pauta econômica, Lira e Pacheco se comprometem também a buscar meios para acelerar a vacinação contra a covid-19.

Os 2 chefes do Legislativo federal também disseram que vão estudar um modelo para retomar o pagamento do auxílio emergencial para garantir renda e trabalhadores afetados pela pandemia sem descumprir a regra do teto de gastos. Lira e Pacheco devem discutir alternativas ainda nesta 5ª feira (4.fev) em reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes.

Esta reportagem foi produzida pela estagiária em jornalismo Ellen Travassos sob supervisão do editor Nicolas Iory.


Nenhum comentário:

Postar um comentário