sexta-feira, abril 30, 2021

FOFOCAS DE CELEBRIDADES - GOSSIP

 H.E.R. ganha o Oscar de melhor canção original com "Fight For You"


H.E.R. ganhou o Oscar de melhor canção original por "Fight For You", escrita por ela, em parceria com D'Mile (música) e Tiara Thomas (letra) para "Judas E O Messias Negro". Ao contrário do que sempre aconteceu, desta vez, as cinco indicadas foram exibidas antes da cerimônia, em performances previamente gravadas. O prêmio chega poucas semanas depois da artista ter levado o Grammy de canção do ano por "I Can't Breathe".



Noel Gallagher lança a balada "We're On Our Way Now".



Ao mesmo tempo em que seu irmão Liam ganha as manchetes por xingar Neymar no Twitter, Noel Gallagher também voltou ao noticiário, mas por um motivo mais comum: o lançamento de uma nova música.


Lil Nas X diz não aguentar mais ser questionado se é ativo ou passivo;


"Vocês são todos gays, todos b1ch4s. Todos somos" - disse o cantor

O cantor Lil nas X foi questionado, mais uma vez, sobre ser ativo ou passivo no Instagram. Em resposta publicada nos stories no dia 25 de abril, ele questionou se a pergunta era misógina depois de fazer uma brincadeira.

“Eu ouço muito essa pergunta, mas sou um cara que prefere uma cama grande a uma beliche” – disse, fazendo referência as palavras top (por cima) e bottom (por baixo), que é como se diz ativo e passivo em inglês.



“Mas na real, deixando as brincadeiras de lado, com essa coisa de ativo ou passivo na comunidade gay, virou uma grande forma de misoginia, e como que vocês são negros e misóginos? Vocês são todos gays, todos b1ch4s. Todos somos” – disse.

Serginho, do ‘BBB 10’, relembra jornada no reality onze anos depois: “Abri portas ao me mostrar como gay assumido”.



Participante do “BBB 10“, Serginho Orgastic relembrou sua passagem pelo reality show e contou que mudou o visual antes de entrar na casa. Em entrevista ao Gshow, divulgada nesta terça-feira (27/04), o paulistano contou que, na época, deu uma repaginada no visual para ficar com um estilo mais “leve“.

“Nunca contei isso para ninguém. Naquela época mandei cortar o cabelo e deixei meu estilo mais leve porque queria mostrar no programa a minha essência e não o meu visual. Eram tempos muito retrógrados e as pessoas não enxergavam direito quem se maquiava. Hoje meu visual é mais ambíguo e andrógeno”, contou.

Onze anos depois de sua participação no reality show, ele diz que até hoje recebe elogios sobre a sua passagem pelo programa. “Eu passei respeito e mostrei que o que importa não é a sexualidade das pessoas mas, sim, o caráter delas. Muitos do movimento LGBTQI+ se inspiraram em mim e descobriram que podem, sim, usar um shortinho, um salto alto e se maquiar“, disse o ex-BBB. Sobre sua estratégia de jogo, o paulistano garante que, se voltasse ao programa hoje, focaria no jogo. “Eu jogaria, coisa que não fiz no passado e nem me arrependo por isso. Costumo dizer que não levei o prêmio de R$ 1,5 milhão, mas ganhei de presente a identificação e o respeito das pessoas.”

Hoje com 32 anos, Seginho segue morando com os pais, Ireneu e Vera Regina, e com o irmão caçula, Carlos Alberto, em São Paulo. Segundo ele, seus pais sempre o aceitaram e lhe deram toda a liberdade. “Adoro morar com meus pais! Aqui posso tudo! Já sou independente, pago minhas contas, me sustento, mas não saio daqui. Antes da pandemia eles deixavam eu dar festa para 100, 200 pessoas. É muito gostoso morar com eles”, conta.

Com 3 mil mortes nas últimas 24 horas, Bolsonaro critica beijo gay dado em 2018.



Jair disse que o beijo entre as duas pessoas "parecia aqueles casais apaixonados do Titanic, coisa inacreditável"

Nesta terça-feira, 27 de abril, o Brasil registrou 3.086 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas, de acordo com números atualizados pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e pelo Ministério da Saúde. Inclusive, nesta terça, mais cedo, foi instalada a CPI da Covid no Senado.

Sem máscara, Jair Bolsonaro aproveitou a tarde para uma bate-papo com seus fãs em frente ao Palácio da Alvorada. Entre os assuntos, disse que o ex-ministro da Educação Fernando Haddad e os governos do PT deixaram “barbaridades” de herança para o Brasil. Também aproveitou o momento para falar que Lula da Silva foi a um evento, em 2018, onde dois homens se beijaram.



“Tem uma cena dantesca: num evento, está o Lula, acho que a Dilma, o Haddad atrás, Celso Amorim e dois homens se beijando, mas de língua. Parecia aqueles casais apaixonados do Titanic, coisa inacreditável. Cada um vai fazer amor, ser feliz como bem entender. Agora, aquela cena… Um presidente da República sorrindo, de deboche, como se fosse uma coisa mais linda do mundo”, disse.



O evento em questão, em janeiro de 2018, foi um ato que o então pré-candidato Lula da Silva participou em na capital paulista. Nas fotos do encontro, Gleisi Hoffman, a presidente da sigla, aparece ao lado do petista. Não foi possível ver a Dilma Rousseff, Fernando Haddad e Celso Amorim nas fotos.

Influenciadores LGBTQ+ se jogam na estreia de chat de voz do Blued: “Novas possibilidades de pegação”.



O Blued, plataforma digital líder no mercado LGBTQIA+, estreou em abril nova função no aplicativo: os chats de voz. E para tanto, convidou diversos influenciadores para usar a funcionalidade em salas de bate-papo.

Klebio Damas, Rico Marlon, Atlas Xavier, Gabb, Matteus, entre outros, participaram da semana de chats, que rolou entre os dias 17/04 e 26/04, com mediação do nosso Thiago Araujo, do Pheeno! Os usuários puderam interagir com seus influenciadores preferidos, e os assuntos giraram em torno de pegação, pandemia, fetiches e entre assuntos bem mais quentes.

O Blued é o primeiro app de relacionamento gay do mundo a oferecer esse serviço, que já está disponível em outros países. “Fica tudo mais descontraído com a opção de conversar com voz no app e, quando o papo esquenta, dá pra ainda no chat mandar um oi e engatar um papo no privado com os usuários. São novas possibilidades de pegação”, conta Thiago.

“O Brasil é um país com grande diversidade, por isso estamos muito felizes em oferecer aos brasileiros uma oportunidade de debater os mais variados temas relacionados ao universo LGBTQIA+ no Chat de Voz, contribuir para o avanço da pauta da aceitação e levar às pessoas uma experiência incrível e inesquecível em termos de relacionamentos”, afirma Jason Li, gerente de Marketing Global do Blued.

Ainda não tem o Blued e que experimentar!? 

https://apps.apple.com/GB/app/id1090274263?mt=8

FAIZ ISSO NÃÃÃÃÃÃÃOOO...









EEEEEPA!



SOZINHO EM CASA...VEM...



AQUI SÓ TÊM PAU? NÃO TÊM BUNDA NESSA PORRA?



QUE QUÉ ISSO MULEKE!!



ATOR WILLIAM LEVY...


ANÔNIMOS TAMBÉM TÊM VEZ...



TENHA UM BOM DIA!



ATÉ MAIS!


Nenhum comentário:

Postar um comentário