sexta-feira, abril 16, 2021

MINHA VIDA GAY

 Após saída do armário de Colton Underwood, “Bachelor” considera edição LGBT+.



Colton Underwood, ex-jogador da NFL e ex-participante do “The Bachelor”, se declara gay.

O ex-jogador de futebol americano, Colton Underwood, e também o líder da 23ª temporada do reality show “The Bachelor”, que promove encontros amorosos,  revelou sua homossexualidade durante uma entrevista ao programa “Good Morning America” ao âncora Robin Roberts, neste dia 14 de abril. As informações são do canal NBC News.

“Eu fugi de mim mesmo por muito tempo, eu me odiei por muito tempo. E eu sou gay, e aprendi a lidar com isso no início deste ano, e eu estive processando qual seria o próximo passo em tudo isso, e seria fazer com que as pessoas soubessem” – disse ao Roberts, dizendo que ainda se sente nervoso em comentar o assunto, mas que é uma jornada.

Roberts disse que “apesar do nervosismo, eu posso ver diversão e alívio”.

– “Me sinto emotivo, mas de modo bom, feliz e positivo”, respondeu Underwood – “Me sinto mais feliz e saudável do que nunca em minha vida e isso significa o mundo para mim”.

Posteriormente, Underwood disse “Sou orgulhoso em ser gay”.

A informação é vista com surpresa, considerando que em 2018 ele participou do já citado reality show “The Bachelor” e acabou engatando um relacionamento com uma participante do programa: Cassie Randolph.



Ambos romperam em 2020, sendo que ela o acusou de ter perseguido e assediado ela, chegando a fazer um boletim de ocorrência na polícia, sendo que este concluiu que ele havia colocado um dispositivo de rastreamento no carro dela. Após toda a confusão, ela retirou a queixa e pediu para que a polícia interrompesse as investigações.

Aproveitando a oportunidade, Colton Underwood disse na entrevista que “sente muito como as coisas acabaram” e diz: “Eu estraguei tudo. Fiz um monte de escolhas erradas”.

Apesar de não se definir como bissexual, ele disse que amou Randolph verdadeiramente.

“Se eu quero ser muito honesto, eu amei tudo sobre ela e é difícil para articular exatamente quais foram minhas emoções quando eu estava em um relacionamento com ela por que era óbvio que havia uma luta interna acontecendo” – disse Underwood.

Em agosto de 2020, Underwood participou do podcast Reality Steve e, na ocasião, declarou que não era gay: “O ponto é que não sou gay. Eu tenho amor e suporte de todo mundo da comunidade LGBT+ e apoio eles, e amor é amor no fim das contas”.

Atualmente, ele diz que entende e aceita sua verdade e que tem o apoio de toda a sua família.

“A única razão pela qual estou sentado aqui com você é porque eu tenho amor e o apoio dos meus amigos e família”.

Homem de 50 anos: Influenciadora japonesa  motociclista é demascarada durante programa de TV.



Uma grande surpresa

Recentemente, um grande escândalo foi armado no Japão depois de um programa de televisão investigar a verdadeira identidade desta bonita e aventureira influencer e descobrir o que ninguém imaginava.



Azusagakuyuki, como é conhecida nas redes sociais, fingiu, com a ajuda do FaceApp, ser uma mulher que compartilhava suas viagens de moto pelo Japão.

Inclusive chegou a postar selfies nos seus perfis na Internet em que mostrava sua beleza e charme.

Graças a suas atividades, sua popularidade no Twitter não parou de crescer. Hoje reúne mais de 25 mil seguidores, ansiosos por acompanhar sua vida em cima de uma moto.



Inclusive chegou a postar selfies nos seus perfis na Internet em que mostrava sua beleza e charme.

Graças a suas atividades, sua popularidade no Twitter não parou de crescer. Hoje reúne mais de 25 mil seguidores, ansiosos por acompanhar sua vida em cima de uma moto.

Começam as suspeitas

Até que alguns detalhes em suas fotos começaram a gerar desconfiança com relação a quem realmente era. Por exemplo esta em que é possível ver como tem um braço bastante peludo.

O erro que a delatou

Além disso, cometeu o erro de publicar uma imagem em que aparece um homem refletido no retrovisor de uma de suas motos, enquanto ela faz uma selfie.


O programa que decidiu descobrir a verdade

Depois de uma pessoa avisar que a jovem era uma potencial farsa, o programa de TV ‘Getsuyou Kara Yofukashi’ (Monday Late Show) decidiu investigar mais sobre ela.

A revelação



Finalmente, o programa revelou que a pessoa por trás do usuário ‘Azusagakuyuki’ é, na verdade, um homem de 50 anos chamado ‘Zonggu’.

Farsa descoberta

O homem, originário de Ibaraki, no Japão, foi descoberto, no meio da rua, pelos repórteres, segundo confirmou o site ‘AS’.

Teve que mostrar seu verdadeiro rosto

Foi desmascarado quando andava com uma de suas motos. Abordado pela equipe do programa, tirou o capacete e mostrou sua verdadeira identidade.




Nenhum comentário:

Postar um comentário