segunda-feira, junho 21, 2021

NOTÍCIAS DO MUNDO GAY

 Polônia realiza uma das maiores Paradas da Europa Central em repúdio a governo conservador.



Os direitos da comunidade LGBTQIA+ na Polônia ainda são muito restritos.

A Parada do Orgulho LGBTQIA+ de Varsóvia, capital da Polônia, chamada por lá de “Desfile da Igualdade”, que é considerada a maior celebração do orgulho na Europa Central e do Leste, chegou ao vigésimo ano e pôde ser comemorada presencialmente, diferente de 2020. As informações são do EuroNews.



Apesar de reunir tantas pessoas, os direitos da comunidade LGBTQIA+ na Polônia são muito restritos, especialmente porque o presidente Andrzej Duda é de extrema-direita e tem feito campanha contra a “ideologia LGBT” que, segundo Duda, é “mais destrutiva que o comunismo”.

Os organizadores do Desfile da Igualdade se demonstraram preocupados com o futuro, argumentando que na Hungria, o parlamento tornou ilegal a “representação” da homossexualidade e da transexualidade em espaços públicos junto a menores de 18 anos.

Denúncias contra LGBTfobia na internet crescem 106% nos primeiros seis meses de 2021.



Segundo dados da ONG SaferNet, que atua no combate aos crimes virtuais, as denúncias contra homofobia na internet registraram alta de 106% entre janeiro e a primeira metade de junho de 2021, na comparação com o mesmo período do ano passado.

De acordo com a ONG, foram 2.529 denúncias de homofobia na internet desde o início de 2021. Neste mesmo intervalo em 2020, a associação havia registrado 1.226 denúncias. “Nós tivemos nos últimos anos um avanço muito significativo na conquista de direitos civis especialmente da população LGBT”, disse a diretora da SaferNet, Juliana Cunha. “Isso faz com que haja uma espécie de reação e uma tentativa de retrocesso dessas conquistas”.

Na Parada de 2021, uma equipe de técnicos usou filtros para bloquear mensagens do gênero e as que escapavam eram apagadas manualmente pelos profissionais. Segundo o vice-presidente da Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, Renato Viterbo, este ano não teve nenhum tipo de ameaça grave. “A nossa preocupação não é afrontar a sociedade, e sim ser feliz da maneira que nós somos, da maneira que nascemos”, afirmou.

Justiça nega pedido de dono de carro que queria alterar placa com prefixo “GAY”.



Um proprietário de um carro entrou com uma ação na justiça para que o Departamento de Trânsito do Distrito Federal substituísse a placa do carro dele pelas combinações das letras formar a palavra “GAY“, o que causaria situações constrangedoras. O julgamento foi até a segunda instância, mas a 2ª Turma Recursal dos Juizados Especiais do Distrito Federal julgou o pedido improcedente por unanimidade.

O proprietário adquiriu o veículo no estado de São Paulo e durante os trâmites de transferência para o Distrito Federal, ele consultou a possibilidade de trocar os caracteres. Diante da negativa, fez um novo pedido formal ao Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), que respondeu que não há previsão legal que permita a substituição nesse caso. Foi aí que ele entrou na Justiça.

Na primeira instância, o juiz deu ganho de causa ao proprietário do veículo, mas o Denatran entrou com um recurso contra a decisão, e esta foi acatada pelos magistrados, alegando que o autor sabia dos caracteres e a lei não permite a substituição exceto em casos de clonagem.

Os juízes também disseram que a alteração dos caracteres “GAY” na placa não protege da homofobia. “Pois não se é escondendo, mascarando a grafia associada a uma orientação sexual que se extirpa o preconceito, mas através de políticas de educação e conscientização da população”.

Segundo o canal Quatro Rodas, há uma legislação no país que impede que haja uma placa escrito “GAY-2424”, mas com outra sequência numérica é permitida. Vale dizer que é comum que haja combinações de letras que acabam sendo curiosas e involuntariamente engraçadas, como o estado de Minas Gerais que tem o prefixo PU e há vários carros com o prefixo “PUM”. No Paraná, é comum encontrar placas com o prefixo “AVC“. Pelo Brasil, também há placas escrito “OKU”,  “FDP”, “PQP”, “KCT”, “KHI” entre outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário