sábado, julho 09, 2022

Primão gostoso

 



Meu nome é Christian, tenho 19 anos, 1.84m, sou moreno de olhos azuis e 22 cm de rola. Desde criança passo minhas férias na fazenda de meus avós, no interior do Mato Grosso do Sul. Uma e outra vez meu primo Fernando (18 anos, + ou - 1.80m, lourinho de olhos azuis e uns 20 cm de rola), também passa as suas férias lá. 

Na madrugada, nós sempre olhávamos revistas de mulher pelada e de sexo, que pegava emprestado de meu irmão mais velho, o Lucas. Além de olharmos as revistas, eu e meu primo sempre batíamos uma punheta juntos, mas nunca havia rolado nada. 

Em uma dessas madrugadas, meu primo me contou sobre um filme que ele havia assistido em um canal a cabo de sexo. Era um filme gay, de sexo grupal. Eu fiquei híperexcitado! Percebi que ele também havia se excitado. 


Tirei minha rola pra fora e comecei a bater uma punhetinha básica. Meu primo então perguntou: "Chris, será que eu posso mamar o seu pau?" Fiquei meio receoso, mas aceitei. Ele mamou gostoso. Enquanto me mamava, ele começou a bater punheta. 

A sensação dos lábios dele passando pelo meu pau era maravilhosa! Quando eu senti que ia gozar, avisei a ele, mas ele quis continuar então gozei na boca dele. Agora era minha vez de mamá-lo. Chupei com vontade aquela rola gostosa. Quando ele começou a gozar, tirei o pau dele da minha boca e deixei que ele gozasse em cima do meu pau. 


Nos beijamos de língua. Perguntei se podia comer o cú dele e ele aceitou na hora. Ele ficou de quatro no chão. Comecei a enfiar a minha rola no cuzinho virgem dele. Ele reclamou de dor, mas eu enfiava bem devagar e ele foi se acostumando. Logo comecei a estocar aquele cú apertadinho. Eu tinha vontade de gritar de tanto prazer, mas tinha que tomar cuidado por causa dos nossos avós. 

Fazia movimento de vai e vem freneticamente e ele rebolava a bundinha pra sentir ainda mais o meu pau dentro dele. Quando ia gozar, tirei meu pau e gozei no chão. Ele disse que queria mais, então se deitou na cama, ficou em posição de frango e eu enfiei o meu pau no cú dele de novo. Dessa vez fui com força. Estocava com vontade. 

Enquanto comia o cú dele, comecei a masturbá-lo. Ele gozou antes de mim, e na minha cara! Mas adorei. Gozei dentro dele. Agora era a vez dele comer meu cuzinho virgem. Ele também enfiou a rola com cuidado, mas doeu um pouco. 


Ele estocava devagarinho, fazia de conta que ia tirar o pau do meu cú, mas enfiava de novo. Aquilo me deixava louco! Ele começou a estocar com mais força e mais rapidamente. Ele gozou dentro de mim. Mesmo tendo gozado, ele não tirou o pau do meu cú, continuou estocando, mas lentamente. 

Então ele começou a estocar mais rápido e gozou dentro de mim novamente. Nós estavámos exautos. Nos deitamos na cama e ficamos ali, abraçados, nos acariciando e nos beijando...

Um comentário:

  1. Quem nunca, né...
    Teve uma história para contar de um "primo".
    Eu, mesmo tenho várias...
    Primos, são sempre bem vindos.
    Saudades dessas delícias.

    ResponderExcluir